Sobre acessibilidade

Serviços

Notícias Mais Notícias

05/10/2017 - 15:30
Dentre os cursos que serão ofertados estão o de formação de mototaxista, motofretista, direção de veículos de emergência (como ambulâncias e viaturas), reciclagem para motoristas de ônibus e táxis, carga indivisível e transporte escolar

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) inaugurou nesta quinta-feira (5), no bairro de Nazaré, a Escola Pública de Trânsito (EPT). O novo espaço é destinado à promoção de cursos especializados voltados às categorias profissionais e o desenvolvimento de ações socioeducativas para o trânsito. As instalações garantem mais conforto e eficiência para o atendimento dos usuários.

Núcleo componente da Coordenadoria de Educação Para o Trânsito do Detran, a EPT obedece a resolução nº 515 de 18 de dezembro de 2014 , do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que prevê a promoção da Política Nacional de Trânsito, assim como a execução de ações e cursos voltados para o exercício da cidadania, mobilidade e segurança no trânsito. Agora em prédio próprio, a nova Escola Pública de Trânsito deverá capacitar gratuitamente cerca de 360 condutores por mês. 

 “A ordem no trânsito é um fator essencial para a manutenção da segurança pública. E a educação é o primeiro passo para termos um trânsito organizado”, destacou o general Jeannot Jansen, secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, que representou o governador do Estado, Simão Jatene, na cerimônia de inauguração.

Também estiveram presentes o chefe da Casa Civil, José Megale; a secretária de Estado de Administração, Alice Viana; a titular em exercício da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), Ana Paula Grossinho, e a delegada geral adjunta da Polícia Civil, Christiane Ferreira.

Os cursos - Dentre os cursos que serão ofertados estão o de formação de mototaxista, motofretista, direção de veículos de emergência (como ambulâncias e viaturas), reciclagem para motoristas de ônibus e táxis, carga indivisível e transporte escolar. Os cursos são obrigatórios para quem quer atuar na área de maneira regularizada, já  que a certificação é uma exigência dos órgãos de trânsito municipais.

Também serão disponibilizados cursos de multiplicadores em educação para o trânsito, voltados para agentes responsáveis pela fiscalização, com o objetivo de tornar a abordagem aos condutores mais humanizada. “Isso mostra a disposição do governo do Estado de modernizar o Detran e, com isso, garantir a formação de cidadãos melhor preparados para o trânsito, com mais cuidado, consciência e respeito à vida. Por meio dessa escola, o Estado vai se fazer presente no dia a dia das pessoas, multiplicando esse conhecimento”, destacou o chefe da casa Civil, José Megale.

Metas a cumprir - O novo espaço conta com duas salas de aula, uma sala multimídia, um mini auditório, central de atendimento e área para atividade externa. A EPT está vinculada à Coordenadoria de Educação no Trânsito, que desenvolve uma série de atividades ligadas à educação coordenadas por cinco gerências. Com a Escola Pública de Trânsito, o Detran vai centralizar a educação e avançar em outras propostas, como os cursos a distância, que vão alcançar futuros alunos em todo o estado do Pará.

“Esse investimento do governo do Estado contribui efetivamente na luta pela diminuição da violência no trânsito. A nossa meta é reduzir o índice de acidentes registrados na capital de 15% a 20% já nos primeiros meses de funcionamento da escola.”, disse a diretora geral do Detran, Andrea Hass.

Educação infantil - No primeiro dia de atividade da Escola Pública de Trânsito, três turmas de crianças, de 7 a 9 anos, todos alunos da Escola Estadual Barão do Rio Branco, participaram de recreações e palestras sobre educação no trânsito. “O mais legal que aprendi aqui foi sobre a faixa de segurança. A gente viu como é importante atravessar em cima dela e sempre de mãos dadas com algum adulto”, contou Daniele Nascimento, 9 anos.

A cada semana, a EPT receberá a visita de um grupo escolar diferente, com a finalidade de preparar as crianças para serem cidadãos conscientes. Os cursos para as categorias profissionais vão começar na próxima terça-feira (10).

“Cada curso exige critérios específicos de acordo com a categoria. No caso dos mototaxistas é requerido um tempo mínimo de dois anos de atividade para a categoria A, ser maior de 21 anos, não ter antecedentes criminais e não ter 20 pontos na carteira”, explica Karla Mangas, gerente da escola.

Serviço: Quem quiser participar de um dos cursos da Escola Pública de Trânsito deve procurar a unidade, localizada na avenida Generalíssimo Deodoro, 1340 (entre Nazaré e Braz de Aguiar), de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Por Syanne Neno

Secretaria de Estado de Comunicação