Sobre acessibilidade

Serviços

Notícias Mais Notícias

07/05/2016 - 19:15
O chefe da Casa Civil, José Megale, participou da inauguração do novo mercado municipal de Bonito, espaço que vai incrementar a economia local

O município de Bonito, localizado no nordeste paraense, recebeu neste sábado (7) a nova feira municipal, uma obra no valor de R$ 400 mil, executada pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura local. Estiveram presentes no evento o chefe da Casa Civil, José Megale, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Márcio Miranda, o prefeito Silvio Mauro, a presidente das Centrais de Abastecimento do Pará (Ceasa), Bianca Piedade, e demais autoridades municipais e estaduais.

A estrutura da feira já existia desde os anos 90, mas estava abandonada há quase 15 anos. Após firmado um convênio entre o governo e a prefeitura, que arcou com 10% do valor total, a obra recebeu o investimento necessário e em oito meses foi concluída. O Mercado Municipal Antônio José Moura contará com 49 feirantes separados em boxes de carne, hortaliças, peixes e frutos do mar.

Domingos Sales, 32, foi o primeiro feirante a ocupar um boxe do mercado. Ele é um microempreendedor que trabalho no ramo de pescado ao lado da esposa, Ariane Peixoto, 31, e da filha, Adriane Peixoto, 13. “A gente trabalhava num local que não era adequado, mas agora está muito melhor. É importante termos condições para vender nossos produtos da melhor forma e reunir os outros feirantes para oferecer produtos variados com melhor qualidade e preço. Essa obra só veio melhorar a vida de quem está investindo no próprio negócio”, disse.

Para José Megale, o mercado é apenas uma das obras necessárias para o desenvolvimento de Bonito. “Esta feira traz condições para que a população possa comercializar os produtos de forma adequada e com conforto para o usuário. Além disso, estamos neste momento dialogando com a Emater, Ceasa e Secretaria de Produção Municipal para que a produção da agricultura familiar venha diretamente para este mercado, buscando qualidade, barateamento dos preços e escoamento da produção destas localidades”, disse o chefe da Casa Civil.

A presidente da Ceasa falou sobre a importância da feira e de como o órgão participará do mapeamento da produção hortifrutigranjeira na região. “A concentração de uma atividade econômica facilita a atividade de qualquer morador que precise destes produtos. Pela nossa experiência sabemos que concentrar todos estes empreendimentos em um local facilita bastante a negociação do preço. Esperamos que este espaço privilegie a agricultura familiar local. Estamos fazendo um levantamento de quem são estes produtores para possíveis orientações de como trazer estes produtos para o mercado”, explicou Bianca Piedade.

O prefeito Silvio Mauro destacou a importância do mercado na economia local e agradeceu ao Estado pela parceria. “Ficamos felizes em fazer parte da base de apoio do Governo do Estado, pois caminhamos juntos com o nosso munícipio e resgatamos este espaço que foi construído em 1994 e ficou parado por muitos anos. Acreditamos que este local ajudará a população, que ganha um novo espaço para o comércio e reforça a renda tanto do produtor quanto do feirante da região”, afirmou.

Por Diego Andrade

Secretaria de Estado de Comunicação