Sobre acessibilidade

Serviços

Notícias Mais Notícias

24/11/2017 - 12:45

Em cerimônia cívico-militar na manhã desta sexta-feira (24), o Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBMPA) comemorou 135 anos de serviços prestados à sociedade paraense. Neste ano, pela primeira vez na história, as mulheres comandaram três dos oito pelotões que desfilaram durante o evento.

“As mulheres marcam presença no nosso Corpo de Bombeiros desde 1994. E hoje, pela primeira vez, temos a honra de ter tropas representativas na solenidade comandada por elas. Fizemos questão de colocá-las para marcar a presença feminina em nossa corporação”, destacou o coronel Zanelli Nascimento, comandante geral do CBMPA.

À frente de um dos três pelotões estava a tenente coronel Adalmilena Costa, 20 anos de corporação e orgulho. “Me vejo como uma guerreira, lutando pelo gênero dentro da corporação. Viemos para mostrar que nós, mulheres, temos diferenças, mas podemos exercer qualquer um dos trabalhos atribuídos aos homens dentro do Corpo de Bombeiros”, disse a tenente coronel.

O Corpo de Bombeiros Militar do Pará se destaca entre outras corporações nacionais. É a quarta mais antiga do Brasil e a sexta com maior número de militares. O efetivo é de 3.118 bombeiros, que atuam em 38 unidades operacionais espalhadas por 24 municípios.

“São poucas as instituições com um século de existência e o Corpo de Bombeiros marca seus 135 anos com um legado de compromisso e servidão à sociedade”, reforçou o coronel Zanelli.

Um dos militares que ajudam a escrever a história do Corpo de Bombeiros diariamente é o sargento Carlos César dos Santos, 48 anos. Com 23 anos de corporação, ele foi um dos bombeiros premiados na manhã desta sexta-feira com a medalha de bons serviços prestados ao longo de 20 anos.

“É um orgulho muito grande fazer parte dessa corporação. Só de a gente andar fardado, já nos desperta esse sentimento, porque a população nos vê como eternos super heróis, aquele que ajuda, orienta e salva”, disse ele. Além da medalha de 20 anos, foram oferecidas medalhas alusivas a 10 e 30 anos de serviços ao Corpo de Bombeiros.

História

A história do Corpo de Bombeiros Militar do Pará começou em 1882. Devido aos inúmeros incêndios ocorridos à época, o Imperador D. Pedro II determinou ao Corpo de Bombeiros da corte que enviasse uma guarnição com equipamento para implantar o serviço de prevenção e combate a incêndio.

E em 24 de novembro de 1882, o Doutor Justino Carneiro, presidente da Província, assinou o ato criando oficialmente a companhia de bombeiros, tendo como primeiro comandante o capitão Antônio Veríssimo Ivo de Abreu.

Mas foi no governo do intendente Antônio Lemos que o crescimento e aparelhamento do CBMPA ocorreram. E com a nova Constituição Federal, de 1988, e a Constituição Estadual de 1989, o Corpo de Bombeiros Militar do Pará ganhou autonomia como corporação independente, tendo em seu artigo 200 as suas atribuições constitucionais voltadas à prestação de serviços à sociedade.

Entre as autoridades presentes à cerimônia cívico-militar deste aniversário de 135 anos estavam o secretário de segurança pública do estado, general Jeannot Jansen, representando o governador Simão Jatene; o secretário adjunto da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), coronel André Cunha; e o chefe da Casa Civil, José Megale. “O Corpo de Bombeiros é uma instituição extremamente respeitada pela sociedade paraense. Os bombeiros sempre chegam em um momento de fragilidade na vida das pessoas, sempre com muito amor e prazer pelo ofício. Então, eles se tornam diferenciados por esse servir constante, com dedicação e respeito”, destacou o chefe da Casa Civil.

“O Corpo de Bombeiros colabora de maneira efetiva com o sistema de segurança pública do Pará para manter a ordem pública. Essa cerimônia é um agradecimento à sociedade a qual nós servimos. Tenho orgulho de liderar o Corpo de Bombeiros Militar do Pará, por esses 135 anos de serviços prestados”, pontuou o secretário de Segurança Pública, Jeannot Jansen.

As comemorações pelos 135 anos do Corpo de Bombeiros Militar do Pará começaram no dia 17 de novembro, com um culto ecumênico no quartel do Comando Geral. Era o início da Semana de Prevenção, que teve ainda, no dia 18, o evento “Bombeiro na Comunidade”, dentro do Projeto Resgate, no bairro de Val-de-Cans.

Seguindo a programação, o CBMPA realizou o workshop “Defesa Civil e Segurança Contra Incêndio e Emergência”, no Hangar – Convenções e Feiras da Amazônia, com palestras operacionais sobre ocorrências atendidas pelos bombeiros.

Nos dias 21 e 22, ocorreram as ações da Campanha de Prevenção de Afogados, que desenvolveu as atividades em ambiente aquático. Finalizando a programação, na noite desta sexta-feira (24), será realizado o “Baile das Espadas”, na sede do Grêmio Literário Recreativo Português, a partir das 22 horas.

Por Syanne Neno

Secretaria de Estado de Comunicação